Um pouquinho mais...

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

No rádio de pilhas!

A Dani, do blog Moça de Família, propôs o tema "A música da tua infância" para a Blogagem Musical dessa quinta. Pois bem, olha só que interessante. Eu me lembro de muitas músicas infantis que cantávamos em família ou na escola. Nasci em 64 (Sem fazer contas, por favor!) e não eram comuns os programas infantis como hoje em dia. Nossa primeira televisão foi comprada em 1970 para assistir os jogos da Copa e o primeiro Toca -Discos da família foi comprado quando eu tinha bem uns 10 anos!

Eu (a do centro), com 6 anos, cantando em uma festa da escola, !
Escutávamos as músicas no rádio. Ou, para minha grande felicidade e boas lembranças, tínhamos amigos que tocavam violão, gaita (sanfona, acordeão) e sempre rolava uma roda de cantoria nas festas de final de semana. Fazíamos até serenatas! Eu adorava esses momentos! Então as músicas que marcaram a minha infância tinha a ver com esse repertório eclético de sambinhas, músicas populares, jovem guarda. De tudo um pouco! Como meu trabalhava em um banco do Rio Grande do Sul, a maioria dos nossos amigos era gaúcha, o que acrescentou muitas canções gaúchas a esse meu repertório!

Quando meu pai comprou o toca-discos ele comprava principalmente discos do Nelson Rodrigues (o preferido dele) e essa turma! Mas também aprendemos a ouvir Glenn Miller e músicas de orquestra. E vieram as coletâneas como os Motokas, um grupo que fazia pot-pourris das músicas que faziam sucesso, tinha também o Som Bateau, que embalava as festas com os amigos em que dançávamos até cansar, crianças e adultos. Não vejo mais as famílias dançando juntas e lembro que era muito divertido! A minha família toda adorava cantar e dançar! Saudade!


Em meio a tantas lembranças musicais, escolhi uma que revela o ecletismo musical da minha infância! Lembra que falei das músicas de rádio? Pois então, em alguns momentos, minha mãe contratava alguém para ajudar na limpeza da casa e cuidar da minha irmã e de mim enquanto ela e meu pai iam para o trabalho. E essas moças ficavam ouvindo rádio enquanto faziam seus serviços, e eram as músicas que hoje são consideradas as músicas bregas! E essas músicas também fizeram parte da minha infância! E acho isso o máximo!

Escolhi essa que até sabia de cor, deve ter tocado muito na época (eu tinha us 4 ou 5 anos) e imagino que talvez só eu a conheça!
O nome da música é A Pobreza (Paixão Proibida), de Renato Barros, cantada por um cantor chamado Leno, é da Jovem Guarda!


Dá de ver as moças sonhando com romances impossíveis, ao lado do rádio de pilhas!!!!

Muito obrigada, Dani, por proporcionar esse momento de boas lembranças!

Participando!


Beijos
Sandra

5 comentários:

Marion disse...

Não me é desconhecida, mas eu nunca lembraria dela! Lá em casa não se ouvia muito rádio... Sandra, tô amando te ver na BC. Acho q nas próximas semanas não conseguirei... Ah, a foto da escola, liiiiinda!!!! Beijinhos.

✿ chica disse...

Adorei saber mais de ti, linda foto e vale sempre passar aqui! beijos,chica

DaniMoreno disse...

Leno e Lilian!!! Meldels... de onde vc desenterrou isso??? ADOREI!!

beijooooooo

Renatha disse...

Não conheço essa dupla, tão pouco a música que vc postou, mas adorei a história do seu post! Achei lindo! :)

Beijos...

Regina Melo-Jocknevich disse...

Muito obrigada Sandra, que delícia de viagem no tempo.
Adorei, adorei ler sua resenha, e ouvir a música. Brasileiro ainda tem essa 'coisa'de dizer q as coisas são bregas? Pra mim brega é querer limitar o gosto das pessoas. Concorda?
Thank you dear Sandra.