Um pouquinho mais...

quinta-feira, 15 de março de 2012

Mãos na massa: Goiabinhas de convento

As minhas lembranças de infância são todas recheadas de comidinhas gostosas.
Minhas avós cozinhavam bem, minhas tias cozinhavam bem, as mães das minhas amigas cozinhavam bem, as amigas da minha mãe também, e...principalmente, a minha mãe cozinhava (e cozinha) maravilhosamente bem!
Surgiu, então, a ideia de trazer, de vez em quando, aqui no blog, algumas dicas, receitas e conselhos da D. Neli (minha mãe) para compartilhar com vocês!
E para isso, (vejam só que sacrifício!) vou acompanhar a realização de algumas receitas especiais e mostrar todos os segredinhos dessa mocinha prendada que é a minha mãe!

Quitute de hoje: Goiabinhas de convento.
A receita veio da Coleção União: Receitas de Sucesso: Bolachas e biscoitos. No site tem vídeos de várias receitas, inclusive o das Goiabinhas.



A minha mãe já tinha preparado a massa, conforme a receita do livro, há uns dois dias e conservado na geladeira. Ela tirou a massa da geladeira, deixou por alguns minutos em temperatura ambiente e abriu sobre um tampo de mármore enfarinhado.


Olhem a consistência da massa. Percebam as raspinhas de limão. Elas dão um sabor e um aroma especiais.


Nós usamos forminhas bem pequenininhas. A tulipinha deve ter uns 2cm.



Com as forminhas enfarinhadas a massa foi cortada em vários formatos: estrela, tulipa, florzinha....










Pressionando com a ponta de um bastão de madeira fiz uma pequena concavidade em cada biscoito.


Para acomodar os minúsculos pedacinhos de goiabada.



Uma visão geral da turminha, na assadeira sem untar, pronta para ir para o forno!


Depois de mais ou menos 20 minutos em temperatura média eles ficaram assim: levemente bronzeados!


E foram para um recipiente com açúcar e canela. Essa etapa é opcional.


Aqui um detalhe da turma polvilhada, esperando esfriar para serem guardados.


Ei, vejam quem chegou!


Aproveitando o tempo de Páscoa, preparamos uma sugestão para servir as goiabinhas em um gostoso lanche de Páscoa!


Essa coelhinha charmosa e seu carrinho cheio de ovinhos foram feitas por Maristela Barbieri e a toalha foi bordada por Herta Schmitt, as duas aqui de Blumenau/SC. Lindos trabalhos, não é mesmo?



Bem apetitoso, com um chá ou café gostoso!


Como mencionei antes, não é necessário polvilhar com açúcar. Nós achamos que ficaram até mais saborosos assim sem açúcar.
Sério: o cheirinho estava irresistível!


E é claro, eles podem ser apreciados em qualquer época! Não precisa esperar pela Páscoa!



E como é uma sugestão para a Páscoa, esse post vai participar da Galeria de Criações Compartilhadas 9: Páscoa do blog CRiações em família & cia, da Marion.

Participando!
E depois dessas gostosuras, sugiro um passeio pelo Museu Oscar Niemeyer, lá no blog do Bugstudium ou uma manhã divertida com cachorrinhos, no blog da Maggie!
Esperamos que tenham gostado!
Já estamos pensando na próxima receita!

Beijos
Sandra

*As fotos desse post são de minha autoria.

12 comentários:

✿ chica disse...

Sensacional.No capricho.,Parabéns à tua mãe que me deixou com água na boca.

Até faço bolachinhas, mas tenho que estar inspirada pra tal,srsr beijos,lindo post , bem arrumadinho.ADOREI!!! beijos, pra ti e tua mãe e toda família prendada!chica

Neli Rodrigues disse...

Sua mãezinha tem nome mto bonito, cof, cof!
Vou ver essa receita, adoro esse tipo de biscoitinho, mto legal pra dar como lembrança, num pote bonito deve fazer a maior presença.
Suas fotos ficaram dignas de revista, arrasou!
Bjs

Mi Hernandez disse...

Sandraaa,aqui não tem açúcar união.
A goiabada eu até encontro.
Pode ser glaçucar ou açúcar normal batida no liquidificador?
Pergunta prá D.Neli.
Besitos

♥ Isabela ♥ disse...

¡Mamma mía, que ricas deben estar estas pastitas! Tienen una pinta excelente, claro que con la experiencia y las manos de D. Neli…

Sandra el post te ha quedado genial, muy bien explicado y con unas fotos tan profesionales que casi puedes imaginar el olor. Mmmmm, Bon appetit!

Besos!

Marion Creutzberg disse...

Huuuuuum, que fome que me deu das quitutes da D. Neli.... saudades! Achei uma ótima ideia trazeres pro blog um pouco de todas aquelas gostosuras!!!! As imagens ficaram lindas! Até tu mexendo na massa! E obrigadíssima por trazer na Galeria! Abs.

Decor Invencionices disse...

Sandra, estes biscoitos são mesmo uma delícia. Minha mãe também fazia, e eu ganhei a receita e fiz várias vezes, mas como meus filhos não gostavam da " goiabinha", colocava um pedacinho de bala de goma, eles ficam coloridinhos e gostosos igual.
Sabe que nem lembrava mais deles? Quem sabe me inspiro e faço qualquer hora dessas... Beijos, Chris

fatti___ disse...

oi Sandra, qt capricho e dewlicadeza, é assim mesmo não é , tudo que fazemos com amor e capricho fica muito saboroso e lindo de olhar, amei seu carinho com o que faz, parabéns minha querida ficaram de encher os olhos e de saborear ainda muito mais.

bjus e um bom domingo para vc e sua querida familia Sandra!

Salada de frutas disse...

Hummmmm!!!!! que vontade que deu!!!!
Ana Ulian

Dona Linha disse...

Huuuummmm, fiquei com água na boca aqui! Vim agradecer sua visitinha lá no bloguito da Dona Linha e agradecer o carinho. Volte sempre que quiser!

Beijos!
Nathalia
donalinha.blogspot.com
www.elo7.com.br/donalinha

Regina disse...

Se gostei? Eu estou aqui com água na boca. Que idéia genial postar receitas de sua mãe.
E essa toalhinha com ponto de cruz e crochê - que coisinha + linda!

ps.: Blumenau é a única cidade q eu conheço do sul. Gostei demais de minha visita a essa maravilhosa cidade. Será q quando eu voltar eu vou ter o privilegio de experimentar esses saborosos biscoitinhos com um delicioso café? :)

Eunice Maria disse...

Olá, Sandra! Parabéns pelo post super caprichado, além dos biscoitinhos que parecem deliciosos! Beijinho, Eunice Maria.
http://efacilserfelizartesanais.blogspot.com/
efacilserfeliz.artesanais@gmail.com

Sandra Guadagnin disse...

Sandra, suas fotos convencem qualquer um de que por a mão na massa vale a pena. Ótimas imagens, e nos faz sentir como se estivéssemos ali, junto, ajudando a modelar. Lindas as mãos que aparecem. Mão de quem sabe da vida.
Grande abraço novamente e agradeço sua visita e seu comentário, fiquei
emocionada.